segunda-feira, 23 de julho de 2018

Fim de Trump: será desta?

O Partido Republicano terá acordado e se deparado com o horror que é Donald Trump, tudo a propósito daquela cimeira em Helsínquia em que todos ficaram com a ideia que Trump deve muito a Putin, Presidente russo. Porquê e o quê? Não há certezas.
A tal dívida estará muito provavelmente ligada a negócios entre Trump com oligarcas russo para financiar, no passado, negócios do agora Presidente americano. Os bancos convencionais viraram as costas a Trump e este socorreu-se de oligarcas russos que tinham vantagem neste e noutros negócios, designadamente operações de lavagem de dinheiro.
De igual modo, parece difícil de argumentar contra a tese que vem na sequência do que acima foi explando e que dá conta da ingerência da Rússia nas eleições americanas com prejuízo evidente de Hillary Clinton e vantagem óbvia de Donald Trump.
Perante isto e, sobretudo, perante a triste figura de ver o Presidente americano corroborar tudo o que Putin tem afirmado, desacreditando os próprios serviços de informação americanos o cenário é agora inacreditável e surreal, deixando os próprios republicanos pasmados e assustados.
Ora a viabilidade de Trump tremerá quando os republicanos que o têm apoiado, mesmo dentro do maior lamaçal jamais visto na Casa Branca, deixarem de o fazer. Coloca-se consequentemente a questão: Será desta?
A verdade é que sem o apoio dos republicanos, resta a Trump o apoio da indústria do armamento que deposita grandes esperanças em Donald Trump e alguns apoiantes entre os cidadãos, confusos, chamemos-lhe assim. Muito pouco.

Sem comentários: