quarta-feira, 11 de julho de 2018

O Brexit não foi bom para ninguém

E não terá sido certamente para Theresa May, fortemente inclinada para um acordo suave, mas que tem tido a veemente oposição de alguns membros do seu próprio governo. De resto essa oposição já se materializou em baixas, como foi o caso do famigerado ministro dos Negócios Estrangeiros, Boris Johnson, e do ministro do "Brexit", David Davis.
Agora a primeira-ministra inglesa encontra-se debaixo de fogo e o país tem tido dificuldade em encontrar uma forma consensual de negociar a saída, depois do resultado do referendo que determinou a saída do Reino Unido da União Europeia.
Os ministros do governo de May demitem-se no seguimento daquilo que consideram ser um conjunto de cedências inaceitáveis. May prefere claramente uma saída suave e a UE, embora também nada ganhe com essa saída, aproveita o caos para endurecer a sua posição.
Seja como for, sempre foi claro que o Brexit não é bom para ninguém, e muito menos o será para o Reino Unido.

Sem comentários: