terça-feira, 27 de março de 2018

Uma prisão para gáudio de muitos

"Puig-the-end" é o título de um artigo de opinião no jornal El Pais, reproduzido pelo Expresso português. A prisão de Puigdemont e o fracasso das ambições independentistas e algumas meramente apologistas de mais soberania são razões para regozijo daqueles que querem simplesmente esmagar as aspirações de um povo. Rajoy e sus muchachos da ala fraquista do PP escondem-se por detrás do sistema judicial para ajustarem contas políticas e estão efectivamente a ser bem sucedidos. Para já.
Resta saber como reagirá parte dos catalães, aqueles que lutam por mais soberania e aqueles que lutam pela independência. Para já, assiste-se a manifestações, umas pacíficas, outras nem tanto. Mas até quando? Será que o povo catalão, boa parte dele, continuará a ser esmagado sem nenhuma reacção para além das manifestações?
Rajoy e sus muchachos brincam com o fogo. Rajoy porque é fraco, tão simples quanto isto, e procurou através da questão catalã passar a imagem contrária; sus muchachos porque herdaram o ódio do franquismo à causa independentista e até, em larga medida, à própria Catalunha.
Esta prisão, sobretudo esta, serve para animar as hostes anti-independentistas. A ver vamos se a resposta será ficará apenas pelas tais manifestações. Prefere-se brincar com o fogo, através da repressão, do que enveredar pelo caminho mais natural em democracia: o diálogo. Porém democracia diz muito pouco ao anódino Rajoy e a sus muchachos.  

Sem comentários: