quarta-feira, 15 de março de 2017

Cristas dá pontapé em Passos

No sentido figurado, é claro. Em entrevista ao jornal Público, a líder do CDS e candidata pelo mesmo partido à Câmara de Lisboa, resolveu revelar que Passos Coelho que não levava os assuntos relacionados com a banca a conselho de Ministros e que terá sido em férias que Cristas terá tido conhecimento da resolução do BES, tendo mesmo assinado de cruz. 
Segundo a líder do CDS, a não discussão do assuntos relacionados com a banca faria parte de uma visão de Passos Coelho. E assinar de cruz fará parte da visão de Cristas? A líder do CDS não revelou.
As revelações de Cristas, não sendo as melhores para a já tão deteriorada imagem de Passos Coelho, fazem parte da estratégia da líder do CDS que procura distanciar-se do antigo parceiro de coligação, não perdendo de vista, claro está, o próximo período eleitoral local.
Com esta entrevista, em que a líder do CDS acrescenta que Passos Coelho "não teria vontade" de se coligar para as autárquicas, Cristas dá um pontapé em Passos Coelho, não deixando as melhores impressões, sobretudo no que diz respeito à forma como o líder do PSD e na altura primeiro-ministro lidou com os problemas da banca. De resto, e depreendendo das palavras de Cristas, Passos e o seu séquito, designadamente a ministra das Finanças, manifestaram algum amadorismo e pouca capacidade de trabalhar em equipa. 
Em suma, Passos Coelho não tem tido dias, semanas e meses bons. Nem os seus parceiros de coligação lhe dão uma folga, e assim se vai tornando claro que já há pouca esperança para o futuro político de Passos Coelho.


Sem comentários: