quinta-feira, 24 de novembro de 2016

O pior dos regressos ao passado

A notícia que dá conta da intenção do novo Presidente americano, Donald Trump, criar um registo nacional de todos os muçulmanos, a confirmar-se, remete-nos para um passado tristemente familiar.
O nosso afastamento colectivo da História e a subsequente ignorância constituem perigos que não podem continuar a ser menosprezados. Se conhecermos a História podemos fazer paralelismos entre passado e presente, evitando cometer os mesmos erros.
Se conhecermos os primórdios do nazismo e o que o nazismo foi a mera possibilidade de se criar um registo de um determinado grupo étnico ou religioso causa-nos uma imediata repugnância e consequente rejeição. Se for a ignorância a reinar, o preconceito espalha-se a um ritmo alucinante. Deixamos que o pior aconteça, quer fruto do preconceito, quer como resultado da inacção.
Esperemos que a notícia não tenha correspondência com a realidade, porque se tiver então os nossos piores receios confirmam-se.

Sem comentários: