sexta-feira, 14 de outubro de 2016

A polémica que se segue

Raras vezes se falou tanto de um prémio Nobel da Literatura como este ano e talvez nunca se tenha ouvido tantas palavras sobre Bob Dylan. Não deixa de ser interessante ouvir e ler tantas opiniões sobre um Nobel da Literatura. Hoje e nos próximos dias discutir-se-á literatura, facto só por si inaudito, mas positivo.
Bob Dylan mereceu ou não mereceu? Trata-se ou não de literatura? Até onde vão os limites da literatura? A subjectividade tomará conta da discussão. Facto indelével é que a palavra, a importância da palavra – tantas vezes subestimada – é indissociável do Nobel da Literatura, assim como é indissociável do trabalho de Dylan. Tanto como não é possível dissociar Bob Dylan da crítica social e política, crítica essa que se mostra determinante faz nos tempos actuais.

Por outro lado e, pessoalmente, a abrangência que esta atribuição implica agrada-me sobremaneira. Polémicas à parte, ontem foi um bom dia porque Bob Dylan foi laureado com o prémio Nobel da Literatura.

Sem comentários: