segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Trump: um pesadelo que se poderá tornar realidade

Ainda há escassos dias, estas páginas andavam acompanhadas por um optimismo relativamente às eleições presidenciais americanas, sobretudo depois de uma sondagem do New York Times avançar com 76 por cento de probabilidade de Hillary vencer as presidenciais.
Todavia, e depois da convenção republicana ter chegado ao fim, outras sondagens – uma multiplicidade – avançam ou com uma luta renhida ou mesmo com a vitória de Donald Trump.
Na verdade, poucos acreditavam que Trump conseguisse ultrapassar os adversários do próprio Partido Republicano, mas o inefável Trump conseguiu; até há bem pouco tempo poucos acreditariam que Trump pudesse mesmo chegar à Presidência americana e agora as sondagens parecem querer ir nesse sentido.
Continuo, apesar de tudo, a acreditar que Hillary Clinton conseguirá a eleição, mas para isso precisa de conquistar sobretudo os americanos que tem maior propensão para não votarem, o que manifestamente não está a acontecer. E terá que o conseguir nos próximos meses.

Ora Trump Presidente americano seria um pesadelo tornado realidade, mas seria também a prova de que nunca deveremos subestimar a estupidez alheia porque ela acaba, amiúde, por nos surpreender.

Sem comentários: