sexta-feira, 6 de maio de 2016

Um Trump na corrida para a Casa Branca

A frase ainda causa inquietação, sobretudo agora que Trump é o único candidato republicano. A questão que se coloca é singela: como? O processo de estupidificação, alimentado pela direita americana e promovido pela comunicação social, apresentam o seu resultado: Trump candidato republicano à Casa Branca. Não restem dúvidas que Trump, com o seu discurso primário e verdadeiramente estúpido, é o resultado mais visível desse processo de estupidificação. Sejamos realistas: será possível que cidadãos sequestrados pela ignorância possam fazer escolhas ajuizadas? Ou será que quem segue inanidades, perdão, celebridades, desprovidas de cérebro, podem ser cidadãos de plena consciência? Ou será possível que aqueles que dedicam o seu escasso tempo a reality shows naturalmente vazios, enquanto seguem as ditas inanidades, alheados do mundo e permeáveis a discursos contra políticos e, no caso americano, contra o Estado federal, possam escolher outra coisa que não Donald Trump?
Esta ignorância que anda invariavelmente acompanhada pela ausência de qualquer estrutura moral assente no humanismo (no caso da direita americana pretende-se que os resquícios morais serão os concedidos pelo evangelismo ou coisa semelhante, o que se traduz em verdadeiros retrocessos civilizacionais) colhe os seus frutos. Paralelamente é na ignorância e na ausência de estrutura moral que se disseminam os preconceitos mais bacocos. O resultado está à vista dificilmente podia ser pior: Donald Trump 

Sem comentários: