sexta-feira, 28 de março de 2014

Cortes e ansiedade

O Governo não sabe comunicar com os Portugueses, nem com briefings nem com coisa nenhuma. A celeuma em volta dos cortes nas pensões é mais um exemplo da incompetência de um governo que não apregoa apenas uma ideologia nefasta, como manifesta uma incompetência arrepiante.
Para além de não se tratar de um Executivo que dê particular valor à transparência, ainda envia sinais contrários que criam confusão e ansiedade nos cidadãos.
No que diz respeito aos cortes nas pensões, o caso ainda é mais grave tratando-se de um grupo social fragilizado composto por pessoas de idade avançada e não raras vezes sem saúde. Paralelamente às agruras da idade e aos desafios inerentes, os pensionistas e reformados têm ainda de lidar com tamanha incompetência e falta de transparência.
É natural que as notícias dos últimos dias - o "será assim", o "será assado" - causa ansiedade naqueles que serão alvo dessas medidas. Repito, tudo se torna mais grave quando se trata de um grupo social fragilizado.
Todavia, este é o meu ponto de vista, seguramente partilhado por muitos, mas ainda assim não será esse o entendimento de Passos Coelho e do seu séquito. Paulo Portas poderá mostrar mais preocupações, afinal de contas também se trata do seu eleitorado e Maio já é mês de eleições.

Sem comentários: