sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

10 perguntas sobre a dívida


A Iniciativa para uma Auditoria Cidadã à Dívida lançou um documento com 10 perguntas frequentes sobre a dívida. Recomenda-se vivamente a sua leitura.
A confusão que existe em torno deste assunto serve os intentos daqueles que, sob a capa da crise e da dívida, promovem e aplicam políticas que mais não são do que uma tentativa de mudar a sociedade e adequá-la a interesses que não são consonantes com o interesse comum.
Desde logo, aborda-se o assunto deixando sempre latente a ideia de que se trata de algo apenas atingível aos especialistas. A comunicação social, uma boa parte dela, tem sido o veículo preferencial para se lançar a confusão, deixando amiúde um rasto de mentiras.
É por demais evidente que não se pode discutir abertamente e com verdade um assunto que se quer confuso, opaco, resumido a meia-dúzia de chavões, encalhado em tantas mentiras e revestido pela manta da inevitabilidade. Desta forma, os cidadãos acolhem com maior facilidade as políticas de austeridade. Esporadicamente, importa não deixar que a esperança num futuro melhor esmoreça por completo. Esse é o papel do vice-primeiro ministro Paulo Portas.
O documento supramencionado é de fácil leitura e contribui de forma significativa para um esclarecimento que deve chegar ao maior número de cidadãos possível. Trata-se de um documento que deita por terra mitos, desfaz mentiras e lança uma luz mais intensa sobre um assunto que se encontra enclausurado na opacidade e na mentira.

Pode encontrar o documento aqui

Sem comentários: