quinta-feira, 18 de julho de 2013

Selvagens

O Presidente da República, pese embora, e provavelmente devido à crise política,  procurou refúgio nas Ilhas Selvagens. A bordo da fragata Vasco da Gama confessou aos jornalistas estar confiante nas negociações para a salvação nacional, referindo ver "sinais muito positivos" nos encontros dos três partidos.
As Ilhas Selvagens, um sub-arquipélago da Madeira, têm sido visitadas por vários Presidentes da República.
Num momento em que Portugal vive subjugado a uma verdadeira selvajaria, representado por um Governo que alinha no mais abjecto neoliberalismo, à mercê de interesses que estão muito longe de ser os interesses dos cidadãos, Cavaco Silva encontra-se no sítio certo: isolado, desabitado e que talvez lhe possa fazer lembrar a tal selvajaria que assola o país.
Por cá, no continente, discute-se a salvação nacional, mas não uma salvação - um resgate - dessa referida selvajaria, mas sim a perpetuação da mesma. Chamar-lhe salvação nacional é, no mínimo, uma afronta.

Sem comentários: