quinta-feira, 9 de maio de 2013

Cisma grisalho


Paulo Portas, no passado domingo, afirmou que não queria que em Portugal se instalasse uma "espécie de cisma grisalho", demonstrando assim estar contra mais cortes nas pensões. Escassos dias depois, o secretário de Estado da Administração Pública, insiste na possibilidade de se proceder a alterações na fórmula de cálculo das pensões - espante-se! - com efeitos retroactivos.
Assim, o cisma grisalho tão criticado por Portas continua a fazer o seu caminho. Esperamos pelas reacções do líder do CDS que, numa tentativa de voltar a cativar boa parte do seu eleitorado, criticou mais cortes nas pensões e nas reformas.

Sem comentários: