quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Sucesso

Depois de quase dois anos de contestação (incluindo alguma contestação interna) e aproximando-se um período eleitoral de significativa importância, o Governo necessita da divulgação exaustiva de episódios de sucesso. A operação sindicada de ontem - o famigerado regresso bem-sucedido aos mercados - insere-se nessa lógica.
Pouco interessará esmiuçar os meandros dessa dita operação de regresso aos mercados. Muito menos interessará sublinhar que não há mérito do Governo na dita operação. Importa apenas associar a manobra bem-sucedida ao trabalho do Governo, enaltecendo o sucesso da mesma.
Paralelamente à contestação, os quase dois anos do Executivo de Passos Coelho têm-se pautado por falhanços atrás de falhanços. A insistência na receita da austeridade, consequência da cegueira ideológicas e da salvaguarda de interesses diametralmente opostos aos dos cidadãos, vão fazendo o seu caminho, desta vez sob os auspícios do sucesso. Do aparente sucesso.

Sem comentários: