terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Renegociação da dívida


Afinal o inefável ministro das Finanças Vítor Gaspar, um indefectível defensor da tese do bom aluno a todo o custo, solicitou ao Eurogrupo a extensão dos prazos de maturidade dos empréstimos a Portugal. A razão: um regresso mais rápido aos mercados. Para quem sempre recusou a possibilidade de renegociação da dívida, não sei exactamente o que Vítor Gaspar chamará a este pedido.
Aqueles que têm pugnado pela renegociação da dívida, em particular, antes que afundemos por completo, foram mal considerados pelo Governo e pelos seus arautos. A "esquerda radical" fazia das suas quando dizia que a dívida era impagável e que seria impreterível procurar-se renegociar a mesma.
A ver vamos de que forma original é que o Sr. Vítor Gaspar vai apresentar o pedido que fez ao Eurogrupo. Trata-se ou não de uma forma de renegociação?

Sem comentários: