segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Eleições americanas

Aproxima-se a hora da decisão e os dois candidatos, o democrata e Presidente Barack Obama e o Republicano Mitt Romney dão o tudo por tudo para convencer a vasta multiplicidade de indecisos.
As sondagens apontam para uma eleição renhida, talvez mais do que seria expectável.
Obama carrega consigo o fardo de não ter conseguido a mudança a que se propôs, talvez o segundo mandato, isto no caso de conseguir vencer, venha a ser o terreno ideal para a concretização de muitas mudanças que ficaram por concretizar. Por outro lado, os principais indicadores económicos, embora longe do desastre que se anuncia na Europa, estão ainda assim aquém dos tempos áureos da economia americana.
O candidato republicano promete mudança, embora esteja agarrado a um conservadorismo assustador. Tem a clara vantagem de não ter o peso da responsabilidade de ter passado quatro anos à frente dos destinos do país.
Por aqui, tal como em 2008, espera-se que Barack Obama saia vencedor das eleições presidenciais norte-americanas e que seja neste segundo mandato que a tal mudança prometida finalmente se concretize. 

Sem comentários: