quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Golpe de Estado

A secretária-geral do partido comparou a manifestação de ontem em Madrid e o cerco ao Congresso como uma tentativa de golpe de Estado semelhante ao que se passou em 1981. Vários manifestantes tentaram cercar o congresso em Madrid, a Catalunha fala na sua independência e já estão marcadas eleições para o dia 25 de Novembro. Mariano Rajoy tenta controlar uma situação caótica com recurso à força da polícia, a possibilidade de Espanha pedir um resgate total vai ganhando força e parece já - essa sim - uma inevitabilidade.
É inquestionável que Espanha atravessa um dos períodos mais difíceis em democracia. A austeridade que o Governo espanhol se prepara para implementar apenas vai aumentar a indignação que se começa a generalizar.
A crise económica e social traz rapidamente ao de cima a inexistência de coesão no país. A Catalunha dá o primeiro passo ao marcar eleições, a independência parece ser o caminho.
A situação é preocupante para Espanha, mas para toda a Europa que perante o afundamento dos países sob resgate permanece ou na inacção ou na insistência na receita falhada.
Hoje os indignados Espanhóis prometem regressar ao congresso. A situação só pode piorar. 

Sem comentários: