terça-feira, 24 de abril de 2012

25 de Abril

Amanhã comemora-se mais um aniversário do 25 de Abril que se aproxima dos seus quarenta anos. Este aniversário fica marcado pela ausência nas comemorações oficiais do Associação 25 de Abril e do ex-Presidente da República, Mário Soares, que por solidariedade com a Associação não estará presente.
Estas ausências assentam no facto das políticas do actual Governo não se coadunarem com os valores de Abril, sendo mesmo contrárias a esses valores. Muitos criticam as ausências, eu prefiro respeitar a vontade de quem escolhe não comparecer, mesmo que se tratem de pessoas que foram determinantes para o derrube do anterior regime.
Seja como for, este 25 de Abril é particularmente difícil precisamente na medida em que se vivem tempos contrários às suas promessas. Há quem fale na necessidade de um novo 25 de Abril. O que é certo é que o país necessita de uma profunda mudança, de políticas, de intervenientes. Uma mudança que ponha fim à espécie de casta que nos tem governado - directa ou indirectamente - ao longo destes trinta e muitos anos de democracia e a outros que dominam o país há mais de um século. Essa mudança só ocorrerá quando os cidadãos tiverem consciência dessa necessidade de mudança e ajam em conformidade. Pelo que se vê, apesar de todos os atropelos, essa consciencialização e essa acção tardam.

Sem comentários: