quinta-feira, 15 de março de 2012

A desfaçatez do regime

Como se as atrocidades cometidas contra o povo sírio e outros apanhados na violência que tomou conta de algumas cidades sírias não fossem suficientes, o Presidente Bashar Al-Assad ainda se deu ao luxo de brincar com assuntos sérios. Recomenda-se o visionamento dos e-mails trocados entre o Presidente Sírio e a sua mulher que o jornal The Guardian obteve. Os e-mails são ainda do ano passado, mas são sintomáticos de um regime comandado por um homem que despreza o seu povo.
Nesses e-mails o Bashar Al-Assad ridiculariza as propostas de reformas a que se propôs, pede aconselhamento ao regime iraniano de modo a combater as manifestações que começavam a eclodir em algumas cidades sírias, e conversa com a mulher sobre os gastos sumptuosos desta, designadamente através da compra de artigos de luxo.
A desfaçatez do regime não tem fim, Infelizmente os problemas da Síria vão muito para além dessa desfaçatez, a violência continua a fazer as suas vítimas e o regime não dá sinais de abrandamento da repressão a que tem sujeito o seu povo.
O destino de Bashar Al-Assad não deve ser particularmente diferente de outros ditadores que insistem na repressão como forma de manter o regime. Todos ainda temos em memória o destino do líder Líbio.

Sem comentários: