terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Solidariedade

Solidariedade é uma palavra vazia de conteúdo no actual contexto europeu. O caso da Grécia contou desde logo com a ausência de solidariedade e com o apontar de dedo da Alemanha. Hoje vemos um país desesperado e à beira da ruptura.
A solidariedade é um pilar da construção europeia. É evidente que a solidariedade não apaga os erros cometidos, mas é essencial que em primeiro lugar haja lugar a essa solidariedade. A Europa de Merkel e de Sarkozy não contempla esta importância e é exactamente por isso que a Europa está condenada,
Enganem-se aqueles que pensam que este é um problema que se cinge aos países em dificuldades. Não, o problema é de toda a União Europeia, da arquitectura da moeda única, e precisamente da inexistência de união e de solidariedade.
Enquanto se mantiver as actuais políticas que contam com o mais inexorável apoio do primeiro-ministro Pedro Passos Coelho a Europa o projecto europeu está condenado. E tudo começou com a forma execrável como se lidou com a questão grega.

Sem comentários: