terça-feira, 7 de junho de 2011

Novo Governo

Depois das eleições de domingo que deram uma maioria ao PSD e ao CDS em coligação, espera-se agora que os dois partidos se entendam para formar Governo. Já se percebeu que não há tempo a perder.
Este novo Governo - o que sair do entendimento entre os dois partidos - não tem tempo a perder. Há um caderno de encargos para cumprir chamado memorando de entendimento.
O novo Governo já animou os mercados. Trata-se afinal de um Governo de maioria e ainda para mais de direita. Razões mais do que suficientes para agradar aos mercados. Além do mais, Passos Coelho já sublinhou a vontade do seu partido em ir mais longe do que a Troika. O novo primeiro-ministro quer surpreender. Desconfia-se que quem vai sair surpreendido de toda esta história são muitos Portugueses que votaram neste PSD.

Sem comentários: