terça-feira, 14 de setembro de 2010

Intoxicação constitucional

O PSD discute hoje o projecto de revisão constitucional que, ao que tudo indica, já teve custos significativos para o futuro próximo do partido. Aliás, a subida do PS nas últimas sondagens não se encontra certamente desligada do impacto que as ideias do PSD tiveram na opinião pública.
O líder do PSD acusa o PS de contribuir para a intoxicação dos cidadãos. Intoxicação que tem origem na associação do projecto de revisão constitucional a uma agenda liberal. O PSD tentou afastar-se da ideia de querer destruir o Estado Social, mas a verdade é que o ante-projecto de revisão constitucional continha a descaracterização do Estado Social e a defendia a ideia de uma maior flexibilização do mercado de trabalho, mesmo que se recorra a expressões mais ou menos claras. Não havia nesse ante-projecto uma defesa do Estado Social, mas uma mutação que mais não é do que o seu enfraquecimento. E se podemos apontar falhas na governação do Executivo de José Sócrates (este blogue contém centenas de textos a dar conta dessas mesmas falhas), não podemos afirmar, com o mínimo de coerência, que existisse uma agenda para destruir o Estado Social.
Hoje o PSD vota o seu projecto de revisão constitucional, mas aquilo que Pedro Passos Coelho chama "intoxicação" poderá já ter tido efeitos difíceis de reverter.

Sem comentários: