quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Tragédia no Haiti

A tragédia, desta vez sem precedentes, abateu-se sobre o Haiti, um dos países mais pobres do mundo. A par das dificuldades gritantes da população deste país, junta-se agora as consequências de um sismo com epicentro a 15km da capital Port au Prince.
Vários países têm-se movimentado nas últimas horas no sentido de ajudar o povo do Haiti. Espera-se que a ajuda seja permanente, até porque este país, pobre como já foi referido, vai precisar de muita ajuda para a reconstrução. Agora é altura de salvar quem ainda pode ser salvo
A desgraça que se abateu sobre o país pode ter um aspecto positivo: mostrar ao mundo que este país existe na mais abjecta pobreza e sem prenúncios de um futuro digno desse nome. Fica o mundo a conhecer o Haiti, a sua pobreza, a desflorestação do seu território, a sua elevada taxa de analfabetismo, a sua distância inexorável do caminho do desenvolvimento. E agora com as consequências devastadoras e comoventes do sismo que assolou este país.

Sem comentários: