segunda-feira, 25 de maio de 2009

Pobreza do debate político

Em vésperas de eleições para o Parlamento europeu, os candidatos dos vários partidos políticos voltam a mostrar a sua incapacidade para encetarem a via do diálogo construtivo. O tempo é passado entre acusações mútuas e ataques pessoais. Vital Moreira escolheu falar de ideologia e acusa o PSD de ser "conservador", "neoliberal" e "oportunista" nos que diz respeito à Europa. Vital Moreira faz precisamente aquilo que o secretário-geral do PS faz com frequência: tenta ensombrar os adversários recorrendo a rótulos e evitando o aprofundamento do debate de ideias. Tem sido assim com o Partido Comunista - o PS não combate o PCP no campo das ideias, limita-se a acenar com a palavra "comunista" e a acusar o partido de estar por detrás de todas as manifestações que se fazem no país.

Vital Moreira adoptou uma conduta similar: acusa o PSD de ser "neoliberal" numa altura em que o liberalismo económico tem o seu peso na crise mundial. O candidato do PS ao Parlamento europeu tem aprendido com mestria as estratégias bacocas do líder do Partido Socialista. Ora, é precisamente com o objectivo de se esclarecer as posições de cada partido em matéria de Europa que seria profícuo um debate sobre o tema, ao invés de se perder o tempo com rótulos, ataques pessoais e discussão centrada apenas na situação interna do país feita totalmente à revelia das questões europeias.

Muitos poucos serão aqueles que vão exercer o direito de voto tendo em mente a construção europeia ou até mesmo questões como o Tratado de Lisboa. Os níveis de abstenção prevêem-se altos e muitos daqueles que se deslocarem às urnas vão mostrar a sua insatisfação com as políticas do Governo. Perde assim o país mais uma oportunidade para se discutir um tema incontornável e de crescente importância como é a Europa, o modelo de construção europeu, o funcionamento institucional da UE e o papel da UE num mundo globalizado, mas também indefinido. Similarmente e para aqueles que acham que o país tem perdido demasiado tempo com discussões, com palavras e com debates, eu recordo que a democracia também é isso: é a troca e confronto de ideias.

Notícia in Público: http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1382689&idCanal=12

Sem comentários: