sábado, 4 de outubro de 2008

Biden versus Palin

Um dos debates mais aguardados, não tanto pela discussão política, mas mais pelos dois intervenientes, acabou por se pautar pela seriedade e não constituiu uma exposição de gaffes. O vencedor foi claramente o candidato democrata à Vice-Presidência Joe Biden, mas Sarah Palin, a candidata republicana conseguiu contrariar as análises que previam o seu falhanço no debate.
O candidato democrata, Joe Biden, acabou por resistir às piadas, que nem sempre são bem interpretadas, e fazem parte da maneira de ser do Senador. Sarah Palin só conseguiu não cometer erros crassos, mas a sua prestação pautou-se pelo pouco domínio de quase todos os temas abordados, em particular no que diz respeito a assuntos de política externa. Biden acabou por ser um justo vencedor. Mas para Palin também se pode falar de uma vitória: ela conseguiu não comprometer McCain. Recorde-se que Palin tem vindo a ser muito criticada nos EUA devido a erros e muita ignorância sobre uma multiplicidade de assuntos.
Além dos erros de Palin e da sua falta de experiência – afinal de contas, a Governadora do Alasca só em 2007 tirou o passaporte para viajar para fora do país –, as ideias da ultraconservadora, designadamente as que postulam a tese segundo a qual o homem existe desde há 6000 anos, deixam muitas dúvidas sobre quaisquer capacidades da Governadora do Alasca para governar a maior potência mundial. Para além das ideias ultraconservadoras de Palin, é a sua ignorância misturada com crenças bacocas que deixam o mundo estupefacto.
O mundo pode ficar estupefacto, os americanos nem tanto. Uns porque sabem que existem pessoas como Sarah Palin, que estão no partido republicano e apoiam fervorosamente este partido; outros porque se revêem nas ideias e crenças de Palin. Enfim, na verdade o povo americano já deu provas de premiar a ignorância – o actual Presidente foi eleito e reeleito. Espera-se, porém, que estes oito anos desastrosos tenham algum efeito na próxima escolha para Presidente e Vice-Presidente dos EUA.

Sem comentários: